Home » Loja » Termos e Condições Downloads  |  Notícias  |  Artigos  |  Minha Conta  |  Suas Compras  |  Realizar Pedido   
 

MICROEMPRESA OU EMPRESA DE PEQUENO PORTE

 

Consideram-se microempresa ou empresas de pequeno porte, a sociedade empresária, a sociedade simples e o empresário a que se refere o art. 966 da Lei 10.406, de 10 de janeiro de 2002 (Código Civil Brasileiro), devidamente registrados no registro de empresas mercantis ou no Registro Civil de Pessoas Jurídicas, conforme o caso, desde que:

 

A partir de 01.01.2012

Através da Lei Complementar 139/2011, o Governo Federal elevou os limites de faturamento. Os novos limites, válidos a partir de 2012, são:

I - no caso da microempresa, aufira, em cada ano-calendário, receita bruta igual ou inferior a R$ 360.000,00 (trezentos e sessenta mil reais); e

II - no caso da empresa de pequeno porte, aufira, em cada ano-calendário, receita bruta superior a R$ 360.000,00 (trezentos e sessenta mil reais) e igual ou inferior a R$ 3.600.000,00 (três milhões e seiscentos mil reais).

Nota: A empresa de pequeno porte optante pelo Simples Nacional em 31 de dezembro de 2011 que durante o ano-calendário de 2011 auferir receita bruta total anual entre R$ 2.400.000,01 (dois milhões, quatrocentos mil reais e um centavo) e R$ 3.600.000,00 (três milhões e seiscentos mil reais) continuará automaticamente incluída no Simples Nacional com efeitos a partir de 1º de janeiro de 2012, ressalvado o direito de exclusão por comunicação da optante.

 

Até 31.12.2011

 

1 - no caso das microempresas, o empresário, a pessoa jurídica, ou a ela equiparada, auferir, em cada ano-calendário, receita bruta igual ou inferior a R$ 240.000.00 (duzentos e quarenta mil reais);

 

2 - no caso das empresas de pequeno porte, o empresário, a pessoa jurídica, ou a ela equiparada, que auferir, em cada ano-calendário, receita bruta superior a R$ 240.000,00 (duzentos e quarenta mil reais) a igual ou inferior a R$ 2.400.000,00 (dois milhões e quatrocentos mil reais).

Art. 966 do Código Civil Brasileiro:

Considera-se empresário quem exerce profissionalmente atividade econômica organizada para a produção ou a circulação de bens ou de serviços.

Parágrafo único. Não se considera empresário quem exerce profissão intelectual, de natureza científica, literária ou artística, ainda com o concurso de auxiliares ou colaboradores, salvo se o exercício da profissão constituir elemento de empresa.

(...)
Matéria editada em 21/10/11, informações atualizadas no link abaixo.

Fonte: Obra - Simples Nacional, para saber mais de economia tributária no IRPJ, clique aqui!


Simples Nacional

Veja mais assuntos relacionados:

Parcelamento de débitos do Simples Nacional

Consórcio simples de empresas optantes pelo Simples Nacional

A importância do balancete e do sistema contábil

A Contabilidade como base do Planejamento Tributário

Calculando o resultado do Planejamento Tributário

Créditos de Pis e Cofins admissíveis na não-cumulatividade

Depreciações incentivadas

Cursos sugeridos:
Curso - Dissolução societária e apuração de haveres dos sócios

Curso - Holding Familiar & Proteção Patrimonial

Curso - Planejamento Tributário para redução do Pis e Cofins para Supermercados

Curso - Planejamento Tributário para 2011/2012 - Mudança do Lucro Presumido/Simples para o Real

Auditoria Fiscal – prevenção contra passivos e contingências fiscais

Outros cursos de Auditoria

Veja nossos cursos previstos para  Curitiba | SP | BH | RJ | Cadastre-se aqui!


 Planejamento Tributário | SPED | Créditos de PIS e COFINS | Cálculos IRPJ - Lucro Real | Economia Tributária | Contabilidade Tributária | Simples Nacional | ICMS | IRPF | IPI | ISS | IRPJ - Lucro Presumido | IRPJ - Lucro Real | Defesas Tributárias | Omissão de receita | Mandado de Segurança | Auditoria Trabalhista | Cálculos Rescisórios Trabalhistas | Cálculos Trabalhistas | CLT Atualizada e Anotada | Contratos de Trabalho | Gestão de RH | Horas Extras | Rotinas Trabalhistas | PLR | Prevenção de Riscos Trabalhistas | Terceirização | Defesas Tributárias | Omissão de receita | Mandado de Segurança